Aldeia da Lomba em Vale de Cambra recebe primeiro simulacro de incêndio do programa “Aldeia Segura”

Proteção civil de Vale de Cambra faz primeiro simulacro de incêndio na aldeia da Lomba, freguesia de Arões para testar meios de socorro e preparar a população local para uma eventualidade.

Cristina Maria Santos

A Lomba de Arões foi a aldeia escolhida pela proteção civil de Vale de Cambra, para o primeiro simulacro de incêndios, no âmbito do programa nacional Aldeia Segura.

Situada na encosta sul da serra da Freita, a mais de 20 quilómetros do centro de Vale de Cambra, a montanhosa aldeia, de difíceis acessos rodoviários, foi o cenário ideal para montar uma ação fictícia de incêndio de grandes dimensões que ameaçava o lugar.

A prioridade dos Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra, GIP’s (Grupos de Primeira Intervenção), GNR e Fuzileiros da Marinha que ali se encontravam foi a de iniciar a evacuação de doentes, imobilizados, idosos e pessoas com mobilidade reduzida.

Para que este simulacro corresse como o previsto, estas entidades contaram ainda com a colaboração de um habitante da aldeia que assumiu as funções de “Oficial de Segurança Local” (OSL), que dispunha de uma lista com dados de todos os moradores, alguns deles, idosos, com condições de mobilidade reduzida e ainda outros que só ali vivem sazonalmente, devido à emigração.

A iniciativa teve como principal objetivo testar os meios de socorro e preparar a população local para saber lidar com este tipo de situação adversa. Já não é a primeira vez que esta aldeia é fustigada pelos incêndios florestais.

As entidades envolvidas nesta ação consideraram este procedimento, uma mais-valia para a proteção destas populações, em caso de incêndio, mas também para referenciar pontos de entrada e de mobilidade das viaturas e área envolvente em caso de incêndio.

“Defendo a criação de segurança nas aldeias, com a ajuda dessas pessoas, por contraponto ao modelo de forçar toda a gente a sair, uma vez que as evacuações forçadas afetam “a moral” das populações e as suas relações com as instituições de socorro”, explicou Filipe Aguiar, segundo comandante dos bombeiros valecambrenses.

O presidente da Câmara Municipal de Vale de Cambra, José Pinheiro falou da importância das ações do programa “Aldeia Segura” e disse que as pessoas devem ser sensibilizadas e preparadas para cooperarem com as entidades de combate e socorro.

Depois da Lomba, seguem-se simulacros nas aldeias de Felgueira, também freguesia de Arões, na freguesia de S. Pedro de Castelões, e de Pontemieiro, na freguesia de Junqueira.

……………………..

Limpeza de matas

No que diz respeito à limpeza de matas, o autarca valecambrense disse que tem sido feita grande parte da limpeza, dada a extensa mancha florestal que o concelho apresenta.

“A maior parte dos privados tem feito a sua parte e o município tem-se concentrado nas zonas industriais e a câmara e juntas de freguesia também têm feito limpezas em parte dos dois mil quilómetros de rodovias concelhias”.

A fiscalização de proximidade também tem sido feita, garante José Pinheiro, sendo o território patrulhado, por duas equipas de sapadores florestais e também pelos GIP’s.

Leia a notícia completa na edição em papel. 

 

 

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!