Encontro de Cantares de Janeiras em Vale de Cambra – Há 20 anos a reavivar tradições

Há 20 anos que o Encontro Concelhio de Cantares das Janeiras tem retomado os usos, costumes e reavivado as tradições desta prática que já vem de outras gerações em Vale de Cambra. Arões recebeu o evento que trouxe à freguesia mais distante do concelho, centenas de visitantes.

Cristina Maria Santos

A Câmara Municipal de Vale de Cambra, contou com a colaboração da junta de freguesia e Centro Social e Paroquial de Arões para levar a cabo, mais uma edição do Encontro Concelhio de Cantares das Janeiras, que decorre, todos os anos, numa freguesia diferente.

Centenas de pessoas, entre músicos, cantores e figurantes, subiram ao palco do Centro Cívico da junta de freguesia de Arões, no dia 27 de janeiro, que contou com a atuação de 11 grupos: Banda Musical Flor da Mocidade Junqueirense; Casa do Professor de Vale de Cambra; Coro de Santo Aleixo; Grupo de Concertinas da freguesia de Arões; Grupo Desportivo e Cultural “Estrelas Vermelhas”; Grupo Etnográfico Terras de Cambra; Grupo Folclórico e Etnográfico de S. Pedro de Castelões; Grupo de Folclore “Terras de Arões”; Grupo Recreativo Desportivo e Cultural de Rôge Futebol Clube; Sociedade Artística Banda de Música de Vale de Cambra e União Cultural e Recreativa de Fuste e Função.

As janeiras fazem parte da memória coletiva de Vale de Cambra, sendo prática anual comum em muitos lugares do concelho. O Encontro de Janeiras também foi, durante alguns anos, um evento que marcou a agenda cultural local, mas, acabou por ficar suspenso.

Retomou em 2015 e mantém-se como uma aposta da Autarquia que, este ano, contou, mais uma vez, com o apoio e a cooperação de todas as associações que participaram no evento e que já tem local marcado para 2020. O próximo encontro irá realizar-se na freguesia de Cepelos.

Presentes neste evento, estiveram várias entidades públicas do concelho, entre eles: o presidente da junta de freguesia de Arões, Arménio Lige, os presidentes de Câmara e Assembleia Municipal, José Pinheiro e Miguel Paiva, respetivamente, vereadores da Autarquia, entre muitos outros.

A Câmara Municipal reconheceu este evento como um encontro de gerações, um reabilitar da tradição e da cultura popular local, mas também de preservação da memória coletiva e de partilha de experiências.

 

 

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Content is protected !!