Vale de Cambra quer reflorestar 2,3 hectares de terrenos em 2019

A Câmara de Vale de Cambra está a promover a reflorestação de 2,3 hectares de terreno, em 2019. A primeira iniciativa aconteceu no dia 23 de fevereiro com a plantação de 1.519 árvores, em Paraduça.


Cristina Maria Santos

 

A primeira iniciativa do ano aconteceu no dia 23 de fevereiro, com a plantação de 1.519 árvores nativas, na aldeia de Paraduça, freguesia de Arões, em Vale de Cambra. A Câmara Municipal de Vale de Cambra pretende, desta forma, dar continuidade ao FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto (AMP), uma iniciativa organizada por esta Autarquia, pelo Conselho Diretivo dos Baldios de Paraduça, pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e Centro Regional de Excelência CRE.Porto – uma rede de educação para a sustentabilidade liderada pela Universidade Católica Portuguesa e pela AMP.

Os Baldios de Paraduça são geridos pela comunidade serrana, em colaboração com o Município de Vale de Cambra e o ICNF. Em 2015, foi feita a primeira plantação de árvores nativas no âmbito deste projeto e, desde daí, já ali foram plantados cerca de sete hectares de árvores nativas em mais de 70.000 m2.

“A taxa de sobrevivência das plantas instaladas nesta área em 2015 é de 87-95%”, segundo informação obtida através do site do “FUTURO – projeto das 100.000 árvores na AMP.

Em 2018, os voluntários desta iniciativa estiveram em Paraduça para plantar a árvore 100.000, um sobreiro (Quercus suber), produzido no Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO (Porto).

Em 2019, a Câmara Municipal de Vale de Cambra e os seus parceiros pretendem plantar mais 23.000 m2 de terreno com espécies autóctones, divulgou a Autarquia ao jornal Voz de Cambra.

“Vale de Cambra tem estado assim, com grande dinamismo e com papel de destaque em todo este processo”, refere o município valecambrense, em nota de imprensa. 

Para além de voluntários do concelho e da região, estiveram também presentes, da Católica do Porto, que plantaram sobreiros, medronheiros e bétulas.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Content is protected !!