“Miúdos a Votos” promove a cidadania nas escolas de Vale de Cambra

Durante toda a tarde, os alunos do Centro Escolar do Búzio, em Vale de Cambra, dedicaram o dia à apresentação das dramatizações das suas histórias preferidas para convencerem os colegas a lê-las e a votarem nelas. A iniciativa chama-se “Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?” e o objetivo passa por promover a leitura e o desenvolvimento de competências de cidadania ativa nas escolas de todo o País.

Cristina Maria Santos

Alunos, professores, auxiliares da Escola juntaram-se na Biblioteca para ouvir e ver as apresentações e dramatizações das histórias preferidas.

Para os convencer os colegas a votarem na história preferida, foram usados cartazes apelativos, expressões a apelar ao voto e até teatros.

No final, alguns ainda estavam indecisos, outros já sabiam em que livro iam votar no dia 15 de Março.

A campanha teve início a 28 de janeiro e o apelo ao voto foi feito durante todo o mês junto dos colegas, visitando as turmas.

A concurso estão cinco livros: “o Diário de um Banana”; “O Gigante Egoísta”; “Não Abras Este Livro”; “A Girafa que Comia Estrelas”; e “Porque que é que os Animais Não Conduzem?”.

Este processo eleitoral vai decorrer segundo as regras de umas eleições políticas e os resultados eleitorais a nível nacional serão apurados pela Pordata e tornados públicos numa cerimónia pública no dia 31 de maio de 2019, que contará com a participação de escolas envolvidas.

A iniciativa foi, desde logo, acolhida pela direção do Centro Escolar do Búzio – com cerca de 300 alunos – que a considera um processo de aprendizagem que ajudará a formar cidadãos de pleno direito.

Tal como esta Escola, também outras por todo o Concelho de Vale de Cambra aceitaram este desafio.

Esta é uma ação da Rede de Bibliotecas Escolares e da VISÃO Júnior que pretende promover a leitura e o desenvolvimento de competências de cidadania ativa.

Só no ano passado, a iniciativa pôs miúdos de todo o país a votarem no seu livro preferido. 59 663 miúdos e miúdas foram às urnas, no dia 23 de abril, Dia Mundial do Livro.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Content is protected !!