Covid-19. Médico Cândido Campos: “Estou apreensivo e com receio do que poderá acontecer a partir de setembro”

Entrevista com o médico, Cândido Campos pós pandemia

O médico Cândido Campos acompanha o plano de contingência para a Covid-19 em Vale de Cambra desde o início da pandemia e alerta para a necessidade de “testar, diagnosticar, isolar, tratar e negativar até à chegada de uma vacina eficaz, segura e aplicada à maioria da população”. Em entrevista ao Voz de Cambra e em jeito de balanço da pandemia no concelho, o médico valecambrense lembrou o “acentuado” número de casos que Vale de Cambra enfrentou devido a surto numa IPSS e que, por isso, é preciso continuar com uma preocupação e uma estratégia acrescida no caso dos idosos, “em especial os que estão em instituições”. No momento, o concelho tem um número mínimo de casos, mesmo assim, o médico diz estar “muito apreensivo e com receio” do que poderá acontecer a partir de setembro com a retoma da ano escolar, o aparecimento das infeções respiratórias de outono/inverno e ainda uma hipotética segunda vaga COVID-19.

Leia esta notícia na integra no jornal em papel. Já nas bancas!

Apoie o jornal da sua Terra!

Deixe uma resposta