Hóquei inicia nova época com incertezas mas já com objetivos definidos

As dificuldades atravessadas pelo impacto da pandemia da Covid-19 são transversais a todas as modalidades desportivas no país e em Vale de Cambra não tem sido exceção. No hóquei, à semelhança de outras modalidades de pavilhão, a falta de público nas bancadas pode ser prejudicial ao funcionamento normal da próxima época. Um cenário assumido pelo Hóquei Académico de Cambra (HAC) de Vale de Cambra que, mesmo assim, se recusa a parar e tem objetivos bem definidos para a próxima época. 

Cristina Maria Santos

Na última assembleia geral do Clube, o presidente Vitor Vilar revelou que o balanço da época passada foi positivo e considerou que, apesar do novo coronavírus ser um elemento que atrapalha a época que começa em outubro, os treinos já começaram sob as regras impostas pela existência da pandemia, e os objetivos são promissores, nomeadamente a presença do plantel sénior no Campeonato da 2ª divisão nacional com o objetivo de alcançar os lugares cimeiros e Taça de Portugal e a realização dos campeonatos distritais/nacionais dos escalões de formação.  

Os cerca de 80 praticantes da formação vão regressar no mês de setembro aos treinos de pavilhão, já que a formação esteve no ativo com treinos ao ar livre e com todas as medidas de segurança.


O regresso aos treinos para a época 2020/2021 vai contar com o seguinte plantel: 

  • Guarda Redes: David Nogueira
  • Guarda Redes: José Martins
  • Daniel Bastos
  • Nuno Maia
  • Luis Pinho
  • Alfredo Nogueira
  • Miguel Oliveira (Migas)
  • Tiago Tavares
  • Diogo Silva (ex. ADS)
  • Tiago Oliveira (ex. CH Carvalhos)
  • Miguel Costa (ex. Ac. Espinho)
  • Treinador: Fernando Almeida
  • Prep. Físico: Daniel Gaspar
  • Fisioterapeuta : Marco Almeida
  • Mecânico: Manuel Silva
  • Economo: Miguel Ferreira 

Leia esta notícia na integra no jornal em papel. Já nas bancas a 15 de setembro.

Deixe uma resposta