Covid-19. Governo mantém medidas para travar pandemia e confinamento pode ir até março

Foi aprovada no Parlamento esta quinta-feira a renovação do Estado de Emergência e prolongado até 1 de março

No mesmo dia em que foi aprovada a renovação do Estado de Emergência no Parlamento até 1 de março, o primeiro-ministro, António Costa, disse esta quinta-feira aos jornalistas que vão ser mantidas as medidas do anterior estado de emergência à exceção da venda de livros e material escolar.

António Costa disse ainda que o desconfinamento não será para breve e que o atual confinamento, ou semelhante, se mantenha, pelo menos, até março. 

As novas variantes da covid-19, que agravaram a terceira onda da pandemia em Portugal, e a falta de vacinas são alguns dos fatores de risco que levam o Governo a manter as regras em vigor.

Quanto à falta de vacinas, chefe do governo explica que o problema está na indústria que não produz o que é necessário.  


No Carnaval não haverá festejos este ano e a Páscoa, o primeiro-ministro revela que certamente “não será como a conhecemos”.

Deixe uma resposta