Bombeiros com nova viatura com plataforma elevatória de combate a incêndios urbanos e industriais 

Veículo é destinado ao combate de incêndios urbanos e industriais e vem substituir a anterior auto-escada com mais de 50 anos.

Os Bombeiros Voluntários de Vale de Cambra benzeram este domingo, uma nova viatura com plataforma elevatória, destinada ao combate de incêndios urbanos e industriais.

A viatura vem colmatar uma lacuna da corporação, que vê agora substituída a anterior auto-escada, com mais de 50 anos, oferecida, na altura, pelo empresário Ilídio Pinho. 

A nova viatura, que custou 79 mil euros, foi oferecida pela Câmara de Vale de Cambra e apresentada à comunidade, numa cerimónia que decorreu na Praça Comendador Álvaro Pinho da Costa Leite, neste domingo.

Para o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros de Vale de Cambra, este é um “marco histórico” porque é o “único veículo” oferecido pela Autarquia “há muitas décadas”, mas também porque “representa uma vertente de responsabilidade social”.  

“O risco que é mitigado com este equipamento deriva de opções tomadas durante décadas, que permitiram a construção em altura”, referiu.

O equipamento vai permitir intervir em altura, com a capacidade de disponibilizar pontos de água com maior rapidez, e com uso de muito menos recursos humanos. Os bombeiros de Vale de Cambra vão agora poder colocar bocas de incêndio a 30 metros de altura, através de qualquer abertura dos edifícios. Se não houver aberturas, poderão ainda fazê-las com o sistema cobra que está acoplado e disponibiliza mais de 700 bar de pressão. Com esta viatura, podem ainda disponibilizar ar respirável, um sistema autónomo, através das suas condutas e colocar meios de combate nos sítios mais difíceis, refere Miguel Aguiar Soares. 

O comandante desta corporação, Vitor Machado refere-se ao novo equipamento como uma mais valia, capacitando os bombeiros para responder ao nível urbano, em altura e industrial.

“É um veículo impar no mercado e de uma capacidade fenomenal para uma resposta segura e eficaz”, que vem colmatar o fim de vida da anterior auto escada, esta que rumou a um museu particular em Penela.

“O veículo plataforma (VE01), vem equipado com a melhor tecnologia que há no mercado para este fim, conta com respiração autónoma ao nível do cesto, capacidade de operar durante a noite, possuindo gerador autónomo de iluminação, coluna seca e hidrante ao nível do cesto para combate em altura, proteção do cesto com spriglers e sistema cobra para aberturas ao nível superior para desenfumagem e combate a interior”, explicou ainda o responsável.  


O evento serviu ainda para promover cinco novos bombeiros e três novos sub-chefes, prova da “vitalidade do corpo de bombeiros”, na sua capacidade de renovação e responsabilização na resposta ao socorro. 

Deixe uma resposta