Vale de Cambra assinala 100 anos da chegada da energia elétrica e liga luzes de Natal 

A partir desta quarta-feira, o centro da cidade de Vale de Cambra já tem iluminação natalícia e a inauguração contou com uma homenagem a Luís de Sousa Moreira, que há 100 anos instalou a luz nas ruas do lugar da Gandra.  

António Moreira, de 95 anos carregou no botão vermelho, situado na entrada dos Paços do Concelho, para simbolizar o ato simbólico de acender as luzes de Natal da cidade. 

António Moreira é filho de Luís de Sousa Moreira,  pioneiro da iluminação em Vale de Cambra e responsável por, há 100 anos, pôr a funcionar o primeiro dínamo que produziu energia continua, na linha de eixo da fábrica Almeida & Freitas e para alimentar algumas ruas do então lugar da Gandra. 

“Esta é uma forma de celebrarmos o momento que assinala os 100 anos da chegada da energia elétrica a Vale de Cambra”, referiu o presidente da Câmara, José Pinheiro, esta quarta-feira, no ato de inauguração da iluminação de Natal na cidade. 

O autarca valecambrense explica que este momento simbólico de inauguração das luzes de Natal, que este ano, tem corações vermelhos como destaque, simboliza a “solidariedade e partilha”, numa altura em que ainda vivemos uma situação pandémica. 

“Continuamos a viver uma situação pandémica, com constrangimentos e os corações vermelhos desta iluminação de Natal simbolizam o amor, o espírito natalício, que deve prevalecer, não só no Natal, mas ao longo de todo o ano”, refere. 

Com o som de fundo das “Vozes de Natal”, que cantaram ao vivo, músicas relacionadas com a época natalícia, foi inaugurada a iluminação de Natal, que estará ligada até ao final da efeméride. 

Deixe uma resposta