Rede Scientiae entrega 21 computadores a Agrupamento de Escolas do Búzio para distribuir por alunos sem acesso

 A  Rede Scientiae já entregou 21 computadores ao Agrupamento de Escolas do Búzio, para serem distribuídos pelos alunos, visando contribuir para que todas as crianças e jovens do concelho possam ter acesso ao atual processo de ensino à distância. A Associação pretende continuar a obter patrocínios para conseguir chegar aos que ainda faltam.  

Cristina Maria Santos 

O projeto “UmVale+Digital” pretende dar resposta aos que chegaram a ser 111 alunos assinalados pelo Agrupamento de Escolas do Búzio, sem computador para acompanhar as aulas online. 

A associação Rede Scientiae, já conseguiu, até ao momento, o patrocínio de várias empresas e particulares do concelho que quiserem juntar-se a esta Associação, criada há seis anos, e que tem como génese, contribuir para o território de forma ativa e dinâmica.

Tiago Fernandes, presidente da Associação, com sede na Av. Camilo Tavares de Matos, em Vale de Cambra, explicou ao Voz de Cambra que “esta iniciativa pretende ajudar todos aqueles que por obrigatoriedade imposta pela pandemia, têm de acompanhar aulas à distância através do computador, assegurando um acesso democrático e justo ao conhecimento”. 

Recorde-se que, desde a suspensão das atividades letivas presenciais em todos os estabelecimentos de ensino, em 16 de março, os alunos tiveram de trocar as salas de aula pelas suas casas e têm prosseguido os estudos à distância, através de conteúdos e plataformas digitais, mas nem todos têm como aceder aos materiais.

O responsável informou que, até ao momento, já foi possível entregar 21 computadores, direcionados para o ensino secundário e para os alunos do agrupamento com escalão A e B. Concluída esta fase, iniciar-se-á uma segunda que visa emprestar computadores aos alunos do 3.º ciclo.

Tiago Fernandes apela a todos quantos se puderem juntar a esta causa, para que o façam pelas crianças e pelos jovens de Vale de Cambra. 

………………………………………………………

Em declarações ao Voz de Cambra, o diretor do Agrupamento de Escolas do Búzio, Pedro Martins refere que o apoio da Rede Scientiae tem sido essencial para ajudar a combater a falta de computadores na comunidades escolar valecambrense.

“Tem sido uma boa ajuda naquela que tem sido uma luta para dar resposta a todos os alunos que ainda continuam sem computadores e sem internet no nosso Agrupamento”, explica. 

Deixe uma resposta